Novo site

Visite o novo site do NaCasa em:

www.nacasa.art.br

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Armazém – 7ª Edição

cartaz_armazém 7

Publicado em exposição | Deixe um comentário

Lançamento do vídeo “Miragem – Performance de Diogo de Haro” de Leandro Lopes

CONVITE LANCAMENTO INTERNET2

///Lançamento do vídeo “Miragem – Performance de Diogo de Haro” de Leandro Lopes. 

///O video “Miragem”, produzido pelo artista visual Leandro Lopes, é um registro do concerto homônimo do músico Diogo de Haro realizado no Il Rifugio Café no dia 13 de setembro de 2015 em Urubici. 
“Miragem” é uma suite em cinco movimentos em que os principais catalisadores das ideias musicais são as sonoridades de sintetizadores analógicos e piano eletromecânico. No audio visual os artistas Leandro Lopes e Diogo de Haro potencializam o dialogo entre a vertigem musical e o deslumbre paisagístico.

///Leandro Lopes de Souza é Ilustrador científico, produtor audiovisual, e cofundador do coletivo NACASA. 
Diogo de Haro é pianista de formação clássica, compositor e explorador de múltiplas liguagens musicais.

///A exibição de estreia será feita no telão do coletivo artístico NACASA na sexta feira 18 de março as 19:30. 

///Duração total do vídeo: 60min.

///Entrada gratuita

///Estaremos vendendo cerveja e vinho (o dinheiro arrecadado será usado para reforma do nosso espaço de exposições).

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

De tudo um pouco: marginalidade da pintura, exposição individual de José Maria Dias da Cruz

CONVITE BAIXA

Em tempos de instabilidade política e econômica, de urgências a exigirem soluções imediatas, em épocas de transição em que culturas se chocam, como dizia Sergio Milliet, é que a marginalidade se afirma na arte.

José Maria Dias da Cruz é o artista e o pensador que há décadas vem enfrentando a questão do cromatismo na pintura. Tanto em suas telas quanto em seus escritos (atualmente está finalizando seu quarto livro sobre o tema), ele vem colocando a cor no centro do debate sobre o pictórico. Uma de suas certezas é a insuficiência da tradicional definição impressionista que relaciona a cor à luz. Com isso, tem criado conceitos próprios e experiências ópticas que colocam o debate adiante o debate existente, ao menos, desde Leonardo da Vinci.

“De tudo um pouco: marginalidade da pintura” é a exposição individual de José Maria Dias da Cruz que abrirá na sexta-feira, dia 4 de março, às 19h, em NaCasa Coletivo Artístico. A mostra ficará em cartaz até o dia 22 de março de 2016 e reunirá pinturas do artista mas também textos, áudios e outras imagens de referência para se sentir e refletir sobre o tema.

A programação da exposição contará com uma conversa com o José Maria Dias da Cruz, a partir das 19h30. A entrada é franca.

Sobre o NaCasa Coletivo Artístico

O espaço de NaCasa Coletivo Artístico existe há 5 anos. Localizado em uma ampla casa no bairro da Trindade, em Florianópolis (SC), opera em regime coletivo com artistas, pesquisadores, professores e curadores dividindo os cômodos e ambientes assim como as despesas. O espaço oferece diversas oficinas temporárias e permanentes além de contar com uma sala de exposições. Desde 2010, já foram realizadas mais de 50 mostras de artistas como Diego de los Campos, Egidio Rocci, Jorge Menna Barreto, Joelson Bugila, Julia Amaral, Juliana Hoffmann, Karina Segantini, Karina Zen, Martha Ozol, Rubens Oestroem, Tamara Andrade, Sandra Fávero, entre outros.

Informações Práticas

O quê: “De tudo um pouco: marginalidade da pintura”, exposição individual de José Maria Dias da Cruz
Quando: abertura, 4 de março, às 19h; fechamento, 22 de março de 2016;
Quanto: gratuito.
Onde: Rua José Francisco Dias Areias, nº 359, Trindade, Florianópolis, SC
Mais informações: 48 3028-8185
Contato com o artista: 48 9800-0016

Publicado em exposição | Deixe um comentário

Marear. Exposição de Anna Moraes

anna640

Marear é uma exposição de desenhos e aguadas de aquarela que insinuam os movimentos do mar. Partindo de desenhos que a artista já realizava, os desenhos agora tomam proporções maiores e ocupam o espaço de forma grandiosa e fluida, como a água do mar se configura. A ideia da exposição surgiu em uma crise de vertigem da artista, um sintoma da labirintite em que a pessoa tem a sensação de perda do equilíbrio do corpo, como se o ambiente estivesse rodando e sentindo-se mareada, ainda que em terra. A exposição que conta com esses desenhos que tomam o ambiente, terá a abertura no dia 12 de fevereiro de 2016, às 19h no coletivo NaCasa, Rua José Francisco Dias Areias, 359, Trindade.
Segue até o dia 1 de março.

Anna Moraes é artista visual e professora de desenho para adultos e crianças. Sua produção consiste em desenhos e pinturas em diferentes suportes, mas também explora gravuras, colagens e ilustração de livros infantis. Ministra aulas de desenho artístico para adultos no coletivo NaCasa e para crianças na Papelaria Artes e Ofícios, ambos no bairro Trindade em Florianópolis.

Publicado em exposição | Deixe um comentário

Koostella expõe Nacasa

Pra Quê Tudo Isso, Se Em Cinco Bilhões De Anos o Sol Se Apagará Por Completo?

Uma exposição de desenhos de Koostella e Julie Zimmer.

Vernissage: 8 de Janeiro às 19:00h
Local: Nacasa, Coletivo Artístico, Rua José Francisco Dias Areias 359, Trindade, Florianópolis.
Duração: De 8 a 20 de Janeiro de 2016

convite bilhoes de anos koostella

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

“E-Feito Lupa”: exposição individual de Paulo Burani

lupa

Nesta sexta-feira, dia 11 de dezembro, às 19h, NaCasa Coletivo Artístico abre sua última exposição do ano, a individual “E-Feito Lupa”, de Paulo Burani. A proposta do trabalho é um jogo lúdico e contemplativo, com seriais construídos apenas ao “se fazer lupa”.

Segundo o artista, “cada corpo/quadro se desenvolve a partir de formas, cores e texturas distintas, dinamizadas pelo `e-feito` lupa; apresentando assim diferentes dimensões sobre uma mesma observação”. Nos seriais presentes na exposição há fragmentos que ora são figurativos, ora abstratos, de acordo com a aproximação ou afastamento do olhar através da lupa. Os corpos em tamanho grande apresentam o figurativo, geralmente o corpo inteiro; enquanto os menores propõem a abstração.

Paulo Burani nasceu na cidade de Presidente Prudente/SP, onde iniciou seus trabalhos artísticos no ano 2000. Desde então vem desenvolvendo estudos e produções relacionadas ao desenho, à pintura e à escultura. Atualmente vive e trabalha em Florianópolis.

Sobre o NaCasa Coletivo Artístico

O espaço de NaCasa Coletivo Artístico existe há 5 anos. Localizado em uma ampla casa no bairro da Trindade, em Florianópolis (SC), opera em regime coletivo com artistas, pesquisadores, professores e curadores dividindo os cômodos e ambientes assim como as despesas. O espaço oferece diversas oficinas temporárias e permanentes além de contar com uma sala de exposições. Desde 2010, já foram realizadas mais de 50 mostras de artistas como Diego de los Campos, Egidio Rocci, Jorge Menna Barreto, Joelson Bugila, Julia Amaral, Juliana Hoffmann, Karina Segantini, Karina Zen, Martha Ozol, Rubens Oestroem, Sandra Fávero, entre outros.

Informações Práticas

O quê: Exposição individual “E-Feito Lupa”, de Paulo Burani

Quando: abertura, 11 de dezembro, às 19h; fechamento, 30 de dezembro de 2015;

Quanto: gratuito.

Onde: Rua José Francisco Dias Areias, nº 359, Trindade, Florianópolis, SC

Mais informações: 48 3028-8185 / Evento no Facebook

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário